UPDATE #5 - 15/09/2014

Senhoras e senhores do parlamento, as fardas estão chegando.

antes de agradecer novamente todos que participaram, vale uma satisfação sobre o prazo de entrega estar um pouco acima do esperado. [...]


Sobre o projeto

A FÁBULA DA CORUJA E DA POMBA

Para celebrar três anos do coletivo Rua, desenvolvemos uma fábula composta por 11 quadros – em alusão ao DDD 011, da capital paulista – que destacam, em linguagem de quadrinhos, alguns dos principais problemas enfrentados no dia a dia da metrópole.

Cada uma das páginas foi transformada em um lambe-lambe de 3m x 1,5m, e estes foram aplicados em diferentes muros de São Paulo: nos viadutos Guadalajara e Santa Ifigênia; nas pontes do Socorro e do Morumbi; nas avenidas Cerro Corá, 13 de Maio e Heitor Penteado; no Cebolinha; e na Cidade Universitária. 

Fomos pra rua e fotografamos cada página para montar um livro ilustrado. De um lado da página você vai conferir a arte original, e do outro, a foto do lambe-lambe.

A HISTÓRIA

A obra conta a história de uma coruja, símbolo do coletivo, que chega em uma cidade habitada por pombas. As pombas reclamam que tudo está cagado, sem perceber que são elas quem estão cagando em tudo.

Qualquer semelhança com seres humanos é mera coincidencia.

O QUE VAMOS FAZER COM O DINHEIRO DO PROJETO?

Além da produção das recompensas, o valor arrecadado será utilizado para dois objetivos da RUA:

A cada HQ ou Camiseta vendidas, um exemplar de nossa história será doado para as bibliotecas das escolas públicas de ensino fundamental do estado de SP, incentivando assim a leitura e a cultura dentro do ensino público. 

Alguns dos lambe-lambes foram arrancados do muro pela prefeitura. Um dos destinos do dinheiro é financiar a reimpressão dessas artes para assim colocarmos o roteiro da HQ em circuitos culturais da cidade de São Paulo. 

Orçamento

40% do valor arrecadado: Custo de produção das HQs (já considerando as cópias para as escolas públicas). 

30% do valor arrecadado: Custo das camisetas Greentee + frete. 

17.5% do valor arrecadado: Valor destinado à RUA para manutenção dos quadros nas ruas de SP e inserção em roteiros culturais da cidade. 

12.5% do valor arrecadado: Taxas Startando e Moip.

Total: R$6.000,00

Cronograma

Abril e Maio: Projeto no ar no Startando.

Junho: Inicio da produção das HQs e camisetas. 

Julho e Agosto: Entrega das recompensas.

Riscos e Desafios Responsabilidade do Startando

O desafio é usar a arte de rua para concientizar as pessoas sobre os problemas da cidade, e incentivar o esforço coletivo para buscar resultados.

O sucesso vai depender do número de pessoas envolvidas.

Denunciar esse projeto